Murder Me, Monster

Muere, Monstruo, Muere

Um filme de Alejandro Fadel

Argentina/França/Chile, 2018, 109'

O agente Cruz, polícia de uma comunidade rural, investiga o caso bizarro do corpo decapitado de uma mulher encontrado numa remota região da Cordilheira dos Andes. David, o marido da amante de Cruz, Francisca, torna-se no principal suspeito e é enviado para o hospício local. Ele atribui a responsabilidade pelo crime à aparição brutal e inexplicável de uma entidade misteriosa. Cruz tropeça numa teoria peculiar envolvendo paisagens geométricas, motociclistas de montanha e um mantra que não lhe sai da cabeça: Mata-me, Monstro. Mais um sinal da vitalidade do cinema de terror latino-americano, que poderá nos próximos anos tornar-se no novo centro do terror mundial. Esta segunda longa do argentino Alejandro Fadel teve honras de estreia mundial em Cannes, na secção Un Certain Regard, e partilha afinidades com o mexicano “The Un - tamed” exibido no MOTELX o ano passado.

Créditos

REALIZAÇÃO Alejandro Fadel ARGUMENTO Alejandro Fadel PRODUÇÃO Agustina Llambi Campbell, Alejandro Fadel, Fernando Brom, et al. ELENCO Víctor Lopez, Esteban Bigliardi, Tania Casciani DURAÇÃO 109’ LÍNGUA Castelhano LEGENDAS Português, Inglês

Alejandro Fadel

Realizador
Este website usa Cookies. Ao navegares neste website estás a concordar com a nossa Política de Cookies.