20,13 Purgatório

20,13 Purgatório

Um filme de Joaquim Leitão

Portugal, 2006, 114'

Na véspera de Natal de 1969, em plena guerra colonial, uma patrulha regressa ao quartel do exército português em Moçambique e traz um prisioneiro. Esperam uma noite tranquila, dado o costume da trégua em noite e dia de Natal. Mas a mulher do capitão chega de surpresa para passar o Natal e é notório o mal-estar entre os dois. Durante a noite, o prisioneiro e um dos soldados aparecem mortos e o quartel começa a ser bombardeado. Até à estreia deste filme, “Non ou a Vã Glória de Mandar”, de Manoel de Oliveira, tinha sido o único filme a ficcionar o combate em África. “20,13 Purgatório” vai mais longe ao incluir um ataque nocturno e uma paixão proibida – o 20,13 refere-se a um versículo da Bíblia que estará na origem de um dos mistérios da história. Destaque para as interpretações do soldado idealista de Marco D’Almeida e do capitão atormentado de Adriano Carvalho.

Créditos

Realização Joaquim Leitão Argumento Tino Navarro, Luís Lopes, Joaquim Leitão Produção Tino Navarro Elenco Marco d´Almeida, Adriano Carvalho, Carla Chambel Línguas Português Legendas Inglês Distribuição NOS Lusomundo Audiovisuais

Joaquim Leitão

Realizador "Inferno" e "20,13 O Purgatório" 
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.