O Construtor de Anjos

O Construtor de Anjos

Um filme de Luís Noronha da Costa

Portugal, 1978, 45'

Finais do Século XIX. Um casal de ingleses residentes em Portugal, necessitando de se deslocar ao estrangeiro, deixa a filha de sete anos aos cuidados de um convento de frades. Neste convento, as crianças vão desaparecendo misteriosamente. Fruto do interesse do artista plástico Luís Noronha da Costa pelo cinema, este foi o seu único filme com produção do Instituto de Cinema Português e tornar-se-ia, pelo seu tema – a pedofilia e o infanticídio – um filme maldito, raríssimas vezes exibido. Aproveitando o décor romântico que Sintra proporciona, “O Construtor de Anjos” é considerado o primeiro filme de terror português e fortemente influenciado pelos filmes dos estúdios da britânica Hammer, em particular os realizados por Terence Fisher, de quem Noronha da Costa era à época o maior defensor.

Créditos

REALIZAÇÃO Luís Noronha da Costa  ARGUMENTO Luís Noronha da Costa, Luis Vilaça, Nuno Júdice  PRODUÇÃO
Instituto Português de Cinema ELENCO Agostinho Alves, Anthony Peter, António Caldeira Pires  LÍNGUA
Português LEGENDAS Inglês CÓPIA cinemateca@cinemateca.pt

Luís Noronha da Costa

Realizador
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.