Filmes

Programação Completa Brevemente Disponível

Os Crimes de Diogo Alves

Os Crimes de Diogo Alves

Um filme de João Tavares

Portugal, 1911, 23'

Sessão em parceria com o Teatro São Luiz, a Casa Bernardo Sassetti, com acompanhamento musical ao vivo pelo Combo da Escola Superior de Música de Lisboa, sob a orientação do Prof. Desidério Lázaro. As façanhas de Diogo Alves, um perigoso facínora que aterrorizou Lisboa, em 1836–39. Os assassínios, os assaltos, a denúncia. A prisão, a sentença, a execução… Assim reza a sinopse daquele que o primeiro director da Cinemateca, Félix Ribeiro, classificou de “o primeiro grande filme de ficção português”, apesar de existir uma versão inacabada datada de 1909. Com argumento baseado no folhetim “Criminosos Célebres”, este filme relata em quadros as façanhas macabras do “assassino do aqueduto”, Diogo Alves. Por isso, estamos igualmente perante o primeiro filme de terror português visto tratar-se da vida de um serial killer. Estreado em Abril de 1911, foi um grande sucesso de público e alvo de polémica uma vez que foi suspensa a sua projecção pela polícia por o filme “induzir ao crime”. Esta sessão especial vai ser acompanhada por uma partitura original da autoria de Bernardo Sassetti.

Créditos

Realização João Tavares Argumento João Freire Correia, Lino Ferreira Produção João Freire Correia Elenco Alfredo Sousa, Amélia Soares, Gertrudes Lima Línguas Português Legendas Inglês Vendas ANIM - Arquivo Nacional da Imagem em Movimento

João Tavares

Realizador "Os Crimes de Diogo Alves"
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.