Mini

Patrocinador Principal

Culto dos Mestres Vivos: Roger Corman

Roger Corman entrou na indústria como supervisor de guiões, subindo lentamente na hierarquia até se estrear na realização em 1954 com “The Monster from the Ocean Floor”. Nesse mesmo ano, chamou a atenção dos produtores James Nicholson e Samuel Arko – fundadores da American International Pictures (AIP) – e, durante 15 anos, foi a força motora desta companhia, onde ofereceu ao terror alguns dos grandes clássicos de um dos autores mais populares nas escolas: o poeta maldito Edgar Allan Poe. Contando com actores como Vincent Price, Boris Karloff, Barbara Steele ou Peter Lorre, realizou “The Mask of Red Death” (1964), “House of Usher” (1960) e “The Raven” (1963), entre outros, onde está patente a sua capacidade de transformar um orçamento de série B num filme de série A. Corman é também o fundador da New World, que ficaria conhecida como a ‘Universidade Roger Corman’ pelo número de figuras-chave do cinema contemporâneo a quem este deu a primeira oportunidade, entre eles Coppola, Scorsese, Peter Bogdanovitch, Ron Howard, Joe Dante, Jonathan Kaplan, Jonathan Demme ou James Cameron, que foi contratado para supervisionar efeitos especiais. Actualmente, Roger Corman é uma figura reverenciada mundialmente e conta com alguns dos seus filmes no acervo da Biblioteca do Congresso em Washington, onde estão as obras de arte mais marcantes da cultura estado-unidense. Em 2009, recebeu das mãos dos seus ‘ex-alunos’ um Óscar honorário concedido pela Academia de Hollywood, sendo que o Festival de Cannes chegou a criar também um prémio exclusivo para ele.
Este website usa Cookies. Ao navegares neste website estás a concordar com a nossa Política de Cookies.