Mini

Patrocinador Principal

Culto dos Mestres Vivos: Alejandro Jodorowsky

Alejandro Jodorowsky nasce em 1929 na pequena localidade de Tocopilla, no Chile, no seio de uma família de judeus imigrada na Ucrânia. Após os estudos na Universidade de Santiago, muda-se para Paris, onde estuda mímica com Marcel Marceau e forma o movimento surrealista Panic com os artistas Roland Topor e Fernando Arrabal. Este é o ponto de partida para a sua primeira longa-metragem, “Fando y Lis”, produzida e proibida no México devido ao conteúdo profano. Isso não o impediu de continuar a demonstrar a sua veia surrealista com o western místico “El Topo”. Comprado para distribuição nos EUA, este acabaria por se tornar o primeiro filme de meia-noite, solução encontrada pelos distribuidores nova-iorquinos para exibir uma obra tão alternativa. Com a ajuda de um grande fã, John Lennon, consegue financiamento para “The Holy Mountain” e lança-se na adaptação do romance “Dune”, de Frank Herbert. O projecto era de tal maneira grandioso que ninguém em Hollywood teve coragem para o produzir. Foi nesta altura que se virou para a BD, iniciando uma duradoura relação com o artista gráfico Moebius. Não desiste do cinema, mas, dos três filmes seguintes, apenas “Santa Sangre” possui os traços surrealistas que caracterizaram o seu cinema. Mais recentemente, o sucesso do documentário “Jodorowsky’s Dune”, que narra as peripécias deste projecto abortado, permitiu-lhe um regresso ao grande ecrã com os filmes autobiográficos “The Dance of Reality” (estreado no MOTELX 2014) e “Endless Poetry”.
Este website usa Cookies. Ao navegares neste website estás a concordar com a nossa Política de Cookies.